Pesquisar este blog

domingo, 10 de junho de 2012

 A SAUDADE É ESSE MAR IMENSO
 QUE AUMENTA MAIS E MAIS À MEDIDA QUE EU PENSO
 E QUE ME DEIXA EM SUSPENSO FEITO UM BARCO NO CAIS...

 A SAUDADE É ESSE SOPRO CONTÍNUO
 DE ONDAS E ONDAS  SUSSURRANDO  AIS...

 DE REVOLTA E CONFLITO
 DE DOR E MARTÍRIO
 DE ALENTO E SUSPIRO
 DE FONTES TERMAIS...

 A SAUDADE É ESSA ANGÚSTIA E DESVELO
 É O DESEJO DE VÊ-LO E DE NÃO QUERER MAIS
 DESVANECENDO-SE EM ESPUMA
 SALGANDO MINHALMA
 SEM GOSTO E SEM PAZ...


 DIZEM QUE O SAL É VIDA,
 MAS O SAL DA PARTIDA
 TEM O DISSABOR DE NUNCA MAIS...


                                            Edilene Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário