quarta-feira, 17 de junho de 2009


Hoje trouxe um poema de uma nova, mas já muito querida, amiga : Camila Milani.
Professora,poetisa,escritora,integrante da Cooperifa em São Paulo.
Essa é puro talento!


Vivo de hipérboles
Em meio a paradoxos e antíteses...
Todos os sentimentos
Em mim criam raízes...

E mesmo mortos ou ressecados
Brotam em vida novamente
Em momentos inesperados
Sem o semear da semente.

Dentro de mim há um labirinto,
Tudo se perde... tudo se acha...
Divinamente escrevo o que sinto
Outras vezes, escrevo em desgraça.

Às vezes me projeto ao céu
E por anjos sou aconselhada,
Protegida por divino véu
Escrevo versos ajoelhada.

Há dias em que vivo no inferno,
Até ouço a voz do capeta!
Então grito, esperneio, baderno...
No silêncio da minha caneta.

Tudo em mim é constante e complexo.
Em tudo há dor, amor, fantasia...
Caminho, e em sentimentos tropeço.
Transformo a vida em poesia!

(Camila Patrícia Milani)

Nenhum comentário:

Postar um comentário